Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Hospital Sanatório Partenon (HSP)

Endereço: Av Bento Gonçalves, 3722 – B. Partenon

Telefones: (51) 3901.1400 (geral); 3901.1401; 3901.1389

E-mail: hsp@saude.rs.gov.br

Referência estadual em ações e serviços de promoção e recuperação da saúde, com ênfase em tuberculose, HIV/AIDS, hepatite e doenças associadas, em âmbito ambulatorial e hospitalar.

Serviços

  • Ambulatório Geral;
  • Centro de Aplicação e Monitoramento de Medicamentos Injetáveis (CAMMI);
  • Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE);
  • Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) para Aids - Caio Fernando Abreu;
  • Serviço de Atenção Terapêutica;
  • Hospital-Dia para adultos, gestantes e crianças portadores de HIV/Aids;
  • Farmácia de antirretrovirais
  • Fibrobronscopia/espirometria;
  • Laboratório de análises clínicas;
  • Laboratório de citopatologia;
  • Radiologia;
  • Tisiologia.

    Breve histórico

O HSP foi o primeiro hospital público do Rio Grande do Sul destinado ao atendimento de tuberculosos, inaugurado em 27 de janeiro de 1951.

O hospital foi construído dentro da proposta da antiga Campanha Nacional Contra a Tuberculose (CNTC), cujo objetivo principal era o isolamento dos doentes em hospitais (sanatórios), onde seriam tratados com tuberculostáticos, medicamentos específicos para o tratamento da tuberculose, criados na década de 1940, e mantidos longe do convívio social e familiar, visando, com isso, a diminuir a disseminação da doença. Em razão do tratamento prolongado, à época, os doentes ficavam longos períodos internados, chegando a vários anos de hospitalização. 

O hospital conta com uma equipe multidisciplinar para atendimento individual e grupal e tratamento com supervisão semanal, serviços de psiquiatria e de recreação; grupos operativos e grupos de alcoolistas e unidade de internação para os alcoolistas. Esses serviços sofreram modificações necessárias para atender a novas demandas como o aumento do uso de drogas e de número de casos de Aids e do vírus da hepatite C.

A AIDS passou a fazer parte da história do Hospital Sanatório Partenon em 1983, quando nesta instituição foi diagnosticado o primeiro caso da doença no Estado. Desde então, o HSP dedica-se também ao tratamento da doença. Alguns serviços foram criados no Sanatório Partenon para a prevenção da doença e atendimento aos portadores do vírus e dos doentes de AIDS: ambulatório e hospital-dia para adultos, gestantes e crianças, farmácia para antirretrovirais e o Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA – Caio Fernando Abreu.

Secretaria da Saúde