Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Febre Chikungunya

A Febre da Chikungunya é uma infecção viral que pode apresentar febre acima de 38,5 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas.

Dores nas articulações também podem ocorrer em casos de dengue, mas a intensidade é menor. Em se tratando de Chikungunya, a dor articular está presente em 70% a 100% dos casos, é intensa e afeta principalmente pés e mãos (geralmente tornozelos e pulsos).

Após a picada do mosquito, o início dos sintomas pode levar de 2 a 10 dias, podendo chegar a 12. Esse é o chamado período de incubação. Contudo, mesmo antes de apresentar os sinais, a pessoa passar o vírus a um outro mosquito que a picar, que pode infectar outra pessoa.

O nome significa "aqueles que se dobram" em swahili, um dos idiomas da Tanzânia. A palavra refere-se à aparência curvada dos pacientes que foram atendidos na primeira epidemia documentada, na Tanzânia, localizada no leste da África, entre 1952 e 1953.

No Brasil, os primeiros casos importados foram identificados em 2010. Em 2014 foram notificados os primeiros casos autóctones. Já no RS, em 2016 foram registrados os primeiros casos contraídos dentro do Estado.

Arquivos anexos

Links relacionados

Secretaria da Saúde